quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Chia - Emagrece e Regulariza Intestino

https://www.youtube.com/watch?v=b4cA8GjWLk0

Vitamina C retorna aos cuidados da beleza; veja produtos para pele e cabelo.

Entre uma temporada e outra, um novo ativo surge com a promessa de cumprir maravilhas na pele e nos cabelos. Com a vitamina C não foi diferente. Ela passou reclusa por um tempo e foi submetida a novos testes para comprovar a sua eficácia como escudo contra a ação dos radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento cutâneo. Agora, a vitamina C está de volta. Segundo Susy Rabello, dermatologista do Hospital Bandeirantes, em São Paulo, "a vitamina C é fundamental para a síntese de colágeno e para a manutenção da derme. E é ligada diretamente à aparência saudável da pele". Entre as funções do componente estão o poder rejuvenescedor, a ação antioxidante e o processo cicatrizante. Os produtos com vitamina C em sua fórmula não contêm contra indicações de uso e podem ser inseridos na rotina de cuidados a partir dos 21 anos. "Sabemos que a vitamina de uso tópico é melhor absorvida sendo usada em cremes com porcentagens do principio ativo em torno de 10 a 20%", completa Susy. Veja, a seguir, uma seleção de produtos, tanto para os cabelos quanto para a pele, com o ativo.


Ampola de Tratamento de Nutrição, da Sweet Hair. Blend exclusivo de óleos vegetais que proporciona aos cabelos tratamento hidratante, emoliente e antienvelhecimento. Contém ômega 3 e 6, vitamina C e ativos ricos em lipídios. SAC: (11) 4655-2130- Preço sugerido: R$ 15.


Fruit Therapy Plus Kiwi, da Left Cosméticos. Indicado para cabelos oleosos, o xampu e o condicionador têm extrato de kiwi em sua fórmula, com alta concentração de vitamina C. SAC: (11) 4508-9988- Preço sugerido: R$ 50 (cada)


Daily Nourishment, da John Frieda. Spray capilar de nutrição diária enriquecido com vitaminas C e E. SAC: (11) 4227-1011 -  Preço sugerido: R$ 65.


Sun C, da Sundown Naturals. A vitamina C em cápsula, além de previnir contra gripes e resfriados, estimula a produção de células de defesa. Não contém gluten, lactose e açúcar. SAC: 0800-0310345- Preço sugerido: R$ 86,00.


Fluido 27, da Anasuil. Extrato multiuso que hidrata as pele e os cabelos. Sua textura em óleo proporciona tez sedosa e aveludada, além de tratamento capilar. Em sua formulação, são usados 18 óleos vegetais e nove óleos essenciais. Preço sugerido: R$ 95. SAC: (11) 2973-4144


Loção Facial Hidra-C, da Granado. Integrante da linha Granaderma, a loção facial possui FPS 15 e foi desenvolvida para potencializar o metabolismo da pele, retardando o processo de envelhecimento e o aparecimento de marcas de expressões. Preço sugerido: R$ 99,90. SAC: 0800-9406730


Tônico Vitaminado e Touche Healthy Mix, da Bourjois. Para o cuidado facial, o primeiro limpa, refresca, tonifica e remove a maquiagem. O segundo consiste em um corretivo iluminador com efeito antifadiga, que camufla as olheiras e imperfeições, com acabamento leve e natural. Preço sugerido: R$ 31,90 (tônico) e R$ 54,60 (corretivo). Preço total sugerido: R$ 80,10. SAC: 0800-6464064



Linha Nutriger, da Germed Pharma. Cápsulas que ajudam a reduzir a oxidação e os danos causados pelos radicais livres, retardando o envelhecimento celular, aumentando a elasticidade e hidratação da pele. Contém alta concentração de luteína e licopeno, além das vitaminas C, E e D. Preço sugerido: R$ 106. SAC: www.nutriger.com.br


Nutrabeauty Oxiage e ShapeControl, da beauty'in, são nutricosméticos com vitamina C. Oxiage é um anti-idade que contém ainda vitaminas B1 (tiamina) e E, e foi formulado para prevenir o envelhecimento precoce. Shapecontrol contém também vitaminas A e D3. O complexo estimula a circulação sanguínea, reduzindo o processo inflamatório para ajudar no combate à celulite. Preço sugerido: R$ 120 (cada). SAC: faleconosco@beautyin.com 


...segue as fonte naturais:


Recomendação diária de vitamina C

A recomendação diária de vitamina C é de 60mg, que equivale a 1 mamão papaia de 100g, 100g de morangos, 1 copo de suco de laranja natural ou 50g de goiaba.
A ingestão adequada de vitamina C pode variar de acordo com a fase de vida, por isso, no caso de:
  • Adolescentes  - 75 mg/ dia
  • Homens adultos - 90 mg/dia
  • Mulheres adultas - 75 mg/dia
  • Mulheres grávidas - 80 mg/dia
  • Amamentação - 120 mg/dia
A ingestão de vitamina C também deve ser aumentada durante doenças que provocam febre e pós operatórios cirúrgicos.
Atualmente, existem teorias que defendem o benefício da sobredosagem da vitamina C, mas que não são suportadas por muitos estudos científicos, havendo contraindicações no caso de pessoas com histórico de problemas renais na família, por exemplo.

Falta de vitamina C

A falta de vitamina C pode causar:
  • Escorbuto
  • Gengivite
  • Predisposição a infecções como gripe, bronquite ou pneumonia, hemorragias 
  • Um tipo de anemia pela diminuição da absorção do ferro presente nos alimentos vegetais








































50 com cara de 30??? Famosas revelam seus segredos de beleza diários

Solange Frazão se sente mais bonita atualmente do que quando tinha 25 anos. "O tempo pode parecer vilão, mas é preciso aproveitá-lo para ele virar seu aliado. Beleza e maturidade formam uma dupla imbatível", acredita. Todos os dias, a empresária costuma tratar a tez com espuma de limpeza facial para, em seguida, aplicar tônico específico para pele oleosa. A rotina de cuidados é finalizada com hidratante de FPS 60 e um creme para área dos olhos. "Se tenho algum compromisso logo cedo, aplico primer antes de começar a fazer a maquiagem e não dispenso base específica para o meu tipo de pele."


A rotina de beleza de Sandra Bullock, 50, inclui limpeza, hidratação e uso diário de máscara no rosto. A atriz também faz pilates e kickboxing


 Aos 50 anos, a atriz Monica Bellucci evita o uso excessivo de maquiagem e, para manter o corpo em forma, pratica natação quatro vezes por semana e ainda faz ioga .


Aos 51 anos, Glória Pires costuma limpar bem a pele, porque começou a usar maquiagem muito cedo devido ao trabalho. A atriz também gosta de cremes faciais, porém o cuidado com a alimentação e corpo são suas dicas-chave.


Xuxa, 51, é fã de receitas caseiras, quando o assunto é beleza. A apresentadora hidrata o rosto com mamão, usa chá de camomila para reduzir as olheiras e faz esfoliação na pele com uma mistura de mel, açúcar cristal e óleo de amêndoa.


Com 51 anos, Débora Bloch não é fã de dietas radicais, mas procura consumir alimentos saudáveis. A atriz também pratica ioga e costuma correr.


Patrícia Pillar, 51, procura manter uma alimentação saudável, usa protetor solar diariamente e segue uma rotina de limpeza e hidratação da pele.


Para Demi Moore, 52, manter a pele hidratada é fundamental. A atriz diz que usa máscara no rosto para dormir e também evita o uso de maquiagem e produtos com fragrância, porque tem a pele sensível.


Aos 52 anos, Luíza Brunet é reconhecida pela beleza e boa forma física. A modelo e atriz faz aulas de pilates, musculação e hidrata bem a pele.


A rotina de malhação de Madonna, 56, é regrada. A cantora vai à academia seis vezes por semana, onde fica três horas por dia. Ela também segue uma dieta macrobiótica, rica em cereais, legumes e frutas. Madonna também é adepta do pilates.


Dicas das especialistas 
Uma boa noite de sono e a inclusão das vitaminas C e E no cardápio fazem diferença. "Essas vitaminas são responsáveis por diminuir linhas e rugas, por estimular a flexibilidade da pele e melhorar a textura, pigmentação e prevenir manchas", explica a dermatologista Paula Chicralla, no Rio de Janeiro, responsável por indicar e acompanhar os tratamentos de Monique Evans. 

A dermatologista Katia Volpe, que atende em São Paulo e Campo Grande (MS), acompanha Solange Frazão e, para ela, cada idade exige cuidados diários específicos. "Porém, todos os casos pedem uso de filtro solar diariamente e reaplicação várias vezes ao dia. Outra dica é usar creme ou sérum antipoluição. A partir dos 30, visitar um dermatologista a cada seis meses é ideal para começar a prevenir a perda de colágeno", finaliza.



















Cientistas Americanos mais perto de compreender Causa de Esquizofrenia.


 Esquizofrenia?

Steven McCarroll, um professor associado de genética na Universidade de Harvard, e Beth Stevens, um professor assistente de neurologia no Hospital Infantil de Boston e Harvard. Os resultados de seu estudo ter fornecido pesquisadores com sua primeira alça biológica sobre esquizofrenia. CreditKayana Szymczak para The New York Times

Os cientistas na quarta-feira que eles tinham dado um passo significativo para a compreensão da causa da esquizofrenia, em um estudo de referência que fornece a primeira visão rigorosamente testados para a biologia por trás de qualquer transtorno psiquiátrico comum.

"Eles fizeram um trabalho fenomenal", disse David B. Goldstein, professor de genética na Universidade de Columbia que tem sido crítica de projectos de grande escala anteriores voltadas para a genética dos distúrbios psiquiátricos. "Este trabalho nos dá um ponto de apoio, algo que nós podemos trabalhar, e isso é o que você está procurando agora, por um longo, longo tempo."
Os pesquisadores reunido os passos pelos quais genes podem aumentar o risco de uma pessoa de desenvolver esquizofrenia. Esse risco, eles descobriram, está vinculado a um processo natural chamado de poda sináptica, em que o cérebro lança conexões fracas ou redundantes entre os neurônios à medida que amadurece. Durante a adolescência e início da idade adulta, esta atividade ocorre principalmente na parte do cérebro onde as habilidades de pensamento e de planejamento são centradas, conhecido como o córtex pré-frontal. As pessoas que carregam genes que aceleram ou intensificam que a poda estão em maior risco de desenvolver esquizofrenia do que aqueles que não o fazem, o novo estudo sugere.

Alguns pesquisadores tinham suspeitado que a poda deve de alguma forma dar errado em pessoas com esquizofrenia, porque estudos anteriores mostraram que as áreas pré-frontais tendiam a ter um número reduzido conexões neurais, em comparação com os das pessoas não afetadas. O novo papel não só confirma que este é realmente o caso, mas também descreve como a poda provavelmente vai mal e porquê, e identifica os genes responsáveis: Pessoas com esquizofrenia têm uma variante do gene que, aparentemente, facilita agressivo "marcação" de conexões para poda, com efeito de acelerar o processo.

Alguns cientistas alertaram que a história da psiquiatria biológica permanece como uma advertência contra o otimismo prematuro. "Este trabalho é extremamente persuasivo", disse o Dr. Samuel Barondes, professor de psiquiatria da Universidade da Califórnia, em San Francisco ", mas qualquer passo em frente não só é raro e incomum, é apenas um passo em uma jornada de mil milhas "a melhores tratamentos.

O estudo, realizado por cientistas da Harvard Medical School, Hospital Infantil de Boston e do Instituto Broad, um centro de pesquisa aliado com Harvard e do Massachusetts Institute of Technology, fornece uma vitrine de investigação biomédica em seu mais alto nível. A equipa de investigação começou concentrando-se em um local no genoma humano, o MHC, que foi mais fortemente associado com a esquizofrenia em estudos genéticos anteriores. Em um gráfico de barras - chamado de enredo Manhattan porque parece que um cluster de arranha-céus - o MHC teares mais alto.
"O MHC é a Torre da Liberdade" da trama Manhattan, disse Eric S. Lander, diretor do Broad Institute. "A questão era: o que está lá?"

A área é um emaranhado notoriamente escuro no genoma conhecido para conter genes que facilitam o corpo da resposta imunitária, por exemplo, por bactérias invasoras sinalização a ser destruído. Que a propriedade tinha dado origem a especulações de que a esquizofrenia pode ser uma espécie de condição auto-imune, em que o corpo atacou suas próprias células.Mas a equipe de pesquisa, liderada por Steven McCarroll, um professor associado de genética na Universidade de Harvard, e por Aswin Sekar, um de seus alunos de pós-graduação, encontrou algo diferente. Usando métodos estatísticos avançados, a equipe descobriu que o locus MHC continha quatro variantes comuns de um gene chamado C4, e que nenhuma dessas variantes produzidos dois tipos de proteínas, C4-A e C4-B.

A equipe analisou os genomas de 35 pessoas com esquizofrenia e descobriu que eles eram 40 por cento mais propensos a ter genes que produzem C4-A do que indivíduos controle. "C4-A parece ser o gene de risco dirigindo para a esquizofrenia", disse Dr. McCarroll, "mas nós tivemos que ter certeza.

Os pesquisadores se voltaram para Beth Stevens, um professor assistente de neurologia no Hospital Infantil de Boston e Harvard, que em 2007 foi um autor de um estudo mostrando que os produtos dos genes MHC foram envolvidos na poda de sinapses em cérebros em desenvolvimento normais. Mas quão importante foi esta proteína C4, exatamente? Muito importante, descobriu-se: camundongos criados sem os genes que produzem C4 mostrou sinais claros de que a sua poda sináptica tinham ido errado, o laboratório do Dr. Stevens mostrou.

Tomados em conjunto, Dr. Stevens disse em uma entrevista, "a evidência sugeriu fortemente que o excesso de C4-A leva a poda inadequada durante esta fase crítica do desenvolvimento."

Em particular, os autores concluíram, muito C4-A pode significar muito poda - o que explicaria não apenas as camadas pré-frontais mais finas na esquizofrenia, mas também a razão que a desordem na maioria das vezes mostra-se em anos de adolescência das pessoas ou vinte anos. "A descoberta conecta todos estes pontos, todas estas observações desconexas sobre a esquizofrenia, e torna-los faz sentido", disse o Dr. McCarroll.

Carregar uma variante do gene que facilita a poda agressivo é quase o suficiente para causar esquizofrenia; demasiado muitos outros fatores estão no trabalho. Tendo tal variante, Dr. McCarroll estima, aumentaria o risco de uma pessoa por cerca de 25 por cento sobre a taxa básica de 1 por cento da esquizofrenia - isto é, para 1,25 por cento. Isso não é suficiente para justificar testes na população em geral, mesmo se mais investigação confirma que as novas descobertas e esclarece os papéis de outros genes associados.

No entanto, a equação muda quando se trata de jovens que estão em risco muito elevado de desenvolver a doença, porque eles estão mostrando os primeiros sinais - um deslizamento repentino na acuidade mental e de memória, ou mesmo "vozes" internos que parecem estranhamente real. Este período sinistro pode durar um ano ou mais, e muitas vezes não leva a esquizofrenia para full-blown. Os investigadores esperam que o perfil genético de risco, uma vez que foi concretizada de forma mais completa, vai levar à descoberta de biomarcadores que poderia ajudar a esclarecer um prognóstico nessas pessoas.

Desenvolvimento de um medicamento para diminuir ou modular poda coloca um outro tipo de desafio. Se o novo estudo mostra alguma coisa, é que a poda sináptica é um processo delicado requintadamente cronometrado, e que ainda é pouco compreendida. A equipe ainda não sabe, por exemplo, por que C4-A leva a uma taxa diferente ou tipo de poda de C4-B. Qualquer medicamento que adulterado esse sistema seria uma proposta arriscada, os autores e especialistas de fora acordado.

"Estamos todos muito animado e orgulhoso deste trabalho", disse Lander. "Mas eu não estou pronto para chamá-lo uma vitória até que tenhamos algo que pode ajudar os pacientes."

Emagreça e previna-se contra o câncer de mama com essa dieta



Cientistas fizeram uma descoberta que vai deixar os simpatizantes da dieta mediterrânea animados: alimentos presentes nesse regime são capazes de proteger o ser humano dos efeitos nocivos do álcool. Ironicamente, a dieta mediterrânea é regada a muito vinho – recomenda-se que a bebida acompanhe todas as refeições.

Além da ressaca, o consumo de álcool pode elevar o risco de câncer de mama devido ao aumento nos níveis de estrogênio. Porém, o azeite de oliva extra virgem, presente no regime alimentar dos povos do Mediterrâneo, contém vários anestesiogênicos que bloqueiam as ações cancerígenas desse composto. Ademais, o ácido fólico, outra substância encontrada em legumes da dieta, também fornece uma ação protetora contra os efeitos do álcool.

Desse modo, a dieta mediterrânea consegue unir o útil ao agradável: você pode beber bebidas alcoólicas (com moderação) e ainda se prevenir contra algumas doenças. E ainda tem mais: esse regime alimentar tem outros benefícios para quem quer emagrecer de maneira saudável. 

Considerada a mais saudável do mundo, a dieta mediterrânea tem angariado adeptos em diversos países desde meados dos anos 50.  Foi nessa época que o cientista americano Ancel Keys notou que os povos mediterrâneos consumiam a mesma quantidade de calorias que os ocidentais.

“Entretanto, os orientais apresentavam incidências muito menores de doenças cardíacas quando comparados aos americanos”, conta a nutricionista Thália de Paula, em entrevista a EXAME.com.

Isso acontece pois o azeite de oliva e a castanha, substâncias indispensáveis na dieta mediterrânea, aumentam o colesterol do tipo HDL – que retira moléculas de gordura do sangue, explica a nutricionista


Assim, em um primeiro momento, o cardápio desse regime pode parecer que tem um consumo calórico de gorduras maior do que que o considerado normal em dietas de emagrecimento em países do Ocidente. Porém, essa gordura é de qualidade e pode ser encontrada em vários alimentos da dieta mediterrânea, como os peixes e as proteínas vegetais (lentilha, grão de bico, feijão e soja).

Outra vantagem da dieta mediterrânea é que produtos industrializados ou com aditivos químicos são eliminados do cardápio, dando lugar à alimentos frescos. Devido a essa mudança, o organismo consegue encontrar o equilíbrio necessário para o emagrecimento – é possível perder entre dois e cinco quilos em um mês – e a prevenção de doenças.

Como evitar rugas e pés de galinha na região dos olhos?

NUNCA ESQUEÇA DO FILTRO SOLAR

É clichê, mas é verdade. O uso diário de protetor solar é indispensável e, de preferência, um que seja específico para o rosto. A não utilização do filtro acelera o envelhecimento precoce, provocando o surgimento de rugas e linhas de expressão. Por isso, um protetor, com ao menos FPS 15, deve ser aplicado sempre, mesmo com chuva ou dias nublado
Quando expostos a luz solar forte, os olhos tendem a fechar, enrugando o rosto, favorecendo especialmente pés de galinha na região. Assim, é recomendado usar óculos escuros, com lentes com proteção UVA e UVB, principalmente em dias ensolarados. Quem força os olhos para enxergar, também ajuda o aparecimento de linhas de expressão, por isso é essencial consultar um oftalmologista. O problema também pode aparecer em quem tem o hábito de franzir - ou até fechar - os olhos ao sorrir.

FIQUE LONGE DO CIGARRO


Um grande inimigo, não só da pele, como da saúde de forma geral, é a nicotina. Por isso, fique longe do cigarro! Quem fuma aumenta em cinco vezes as chances de envelhecimento precoce da pele, pois a nicotina dificulta a oxigenação. Além disso, algumas pessoas que fumam têm tendência de contrair os olhos para evitar que a fumaça entre, o que também acelera o aparecimento das linhas de expressão.

CREMES PARA OS OLHOS

As rugas e linhas de expressão costumam aparecer e ficarem mais nítidas em peles ressecadas. E depois de um dia com exposição ao sol, frio e poluição, a hidratação é essencial. Existem produtos específicos para os olhos, pois a área é bastante delicada e alguns hidratantes comuns podem ter componentes prejudiciais para a região. Passe o creme suavemente, massageando com a ponta dos dedos.

TURBINE A HIDRATAÇÃO

Para ampliar os benefícios da hidratação e prevenir o aparecimento de rugas, invista em cremes com vitamina C, que age contra os radicais livres. Quem já possui algumas linhas de expressão, pode aplicar hidratantes com ácido hialurônico, que preenche os pés de galinha; e derivados da vitamina A, como retinol, retinaldeído e ácido retinoico, que têm um efeito de renovação celular leve. Os cosméticos a base de retinol são vendidos livremente. Mas os derivados - indicados para casos mais severos - devem ter prescrição médica, pois podem ter efeitos colaterais.

UMA VARIEDADE PROCEDIMENTOS ESTÉTICOS

Existem procedimentos que melhoram e acabam com as rugas e as linhas de expressão. Um deles é o peeling, indicado a partir dos 25 anos. Com a descamação da derme, a produção de elastina e colágeno é estimulada. Outro é a toxina botulínica, injeção não cirúrgica que bloqueia os sinais nervosos musculares, suavizando ou eliminando temporariamente as linhas de expressão. Já o preenchimento é indicado em casos mais acentuados, com depressão ou rugas profundas, preenchendo o espaço entre as células.
  • Receita de esfoliante de farinha de milho e limão: você precisará de suco de um limão, uma colher de açúcar, uma colher de farinha de milho, duas colheres de água de rosas e algumas gotas de óleo essencial de limão. Misturar a farinha com a água de rosas até formar uma pasta bem homogênea. Agregar o açúcar, o suco e, por último, o óleo essencial. Misturar tudo e aplicar no rosto mediante massagens circulares. Deixar agir por alguns minutos e lavar bem com água fresca. Colocar um tônico para fechar os poros.


Conheça as peculiaridades da pele dos lábios, uma das áreas mais sensíveis do rosto

Um batom deixa qualquer mulher poderosa, não é mesmo? A boca é uma das partes mais sensuais do corpo da mulher, mas os lábios são muitas vezes negligenciados e esquecidos durante a rotina diária de cuidados com a pele.

PELE FINA

Você já deve ter percebido que a pele dos lábios é bastante sensível, mas sabe por que? Ela é assim por ser mais fina que as outras áreas do rosto e por não possuir glândulas sebáceas, que protegem naturalmente outras áreas da pele. Dessa forma, os lábios ressecam, racham e ficam doloridos com mais facilidade.

AGRESSÕES AOS LÁBIOS

Por ser mais fina e estar sempre exposta, a pele dos lábios sofre mais que as outras regiões. Esses problemas podem acontecer ou piorar pelo excesso de exposição ao sol, ar seco, vento, temperaturas baixas, deficiência de vitaminas, falta de hidratação, entre outros.

CUIDADOS NECESSÁRIOS

Antes de tudo, saiba que a pele dos lábios passa por um processo natural de renovação celular de tempos em tempos. Ou seja, algumas peles vão se soltar naturalmente. Mas é ai que entra um cuidado básico: jamais puxe-as com os dentes. Como os lábios são muito vascularizados, qualquer ferida pode sangrar bastante, além de criar uma porta de entrada para infecções.

OUTRAS PREVENÇÕES

Tire alguns hábitos da sua rotina, como o de passar a língua frequentemente nos lábios, pois isso só piora o ressecamento e ainda pode favorecer o aparecimento de uma inflamação. Outro hábito péssimo é o cigarro, que diminui a irrigação do local e acelera a degradação do colágeno nos lábios, propiciando as rugas. Também evite alimentos muito ácidos, apimentados e nunca esqueça do protetor solar para os lábios.
*OUTRA DICA É O USO DO Bepantol Derma!basta aplicar antes de dormir que no dia seguinte a boca estará lisinha e super hidratada!

Como Perder Barriga com Chá de Boldo.

.


Como Perder Barriga com Chá de Boldo?


Perder a barriga não significa apenas seguir uma dieta e perder gordura, mas também eliminar o inchaço da mesma que pode ser causado por retenção de líquidos ou prisão de ventre. Uma boa opção para que você consiga a barriga plana que tanto deseja é através do consumo de chá de boldo que possui propriedades diuréticas.

Bom para o fígado, o chá de boldo é excelente para diminuir a barriga. Não é de admirar, já que as infusões de boldo somam propriedades diuréticas, ideais para desinchar a barriga. Aprenda a perder barriga com chá de boldo, e recupere sua barriga plana.

O ritmo da vida moderna, longas horas sentado no escritório e comidas rápidas difíceis de digerir, determinam que mais e mais pessoas sofrem de problemas digestivos que são acompanhados por uma chata e desagradável dor de estômago, se você está ou não acima do peso.

Se este for o seu caso, a solução não é se submeter a uma dieta de fome. Você pode perder sua barriga em pouco tempo se você incorporar ao seu menu diário, o consumo de infusões de boldo. Tais são as suas propriedades para diminuir a barriga, que foi criada uma dieta do chá de boldo.

COMPRAR? entre em contato pelo email:jonattascsn@gmail.com                                                               Enviamos para fora do Brasil!

CHÁ DE ALECRIM E SEUS BENEFÍCIOS!



Os benefícios do chá de alecrim são, principalmente, melhorar a digestão, aliviar as dores de cabeça e o cansaço. Outros benefícios do chá de alecrim para a saúde podem ser:
  • Diminuir os sintomas da TPM;
  • Aliviar os sintomas da gripe, bronquite e dores de garganta;
  • Promover o alívio de aftas, gengivites e estomatites;
  • Ajudar a prevenir problemas de coração;
  • Aumentar a capacidade de aprendizado;
  • Auxiliar no tratamento de tendinites, dores articulares e lesões musculares.
Para ter todos os benefícios do chá de alecrim, pode-se beber 2 a 4 xícaras desse chá por dia, sem adicionar açúcar.
Além de ser utilizado na forma de chá, o alecrim pode ser utilizado como erva aromática para temperar os alimentos e está disponível na forma seca, em óleo ou fresco. O óleo é especialmente utilizado para adicionar à água de banho ou para fazer massagens em locais doloridos.

COMPRAR? ENTRE EM CONTATO PELO EMAIL: jonattascsn@gmail.com

Chá Verde Emagrece?



Chá Verde emagrece mesmo?
Desde que foram publicadas as primeiras pequisas realizadas sobre os efeitos do chá verde no organismo, comprovando seus efeitos benéficos, inclusive sobre oprocesso de emagrecimento, o chá verde se tornou uma febre nacional, e apesar de seu paladar amargo, muitas pessoas passaram a consumir o chá com grandes benefícios para a sua saúde e a sua forma.
Agora, será que o chá verde emagrece mesmo?

Chá Verde Emagrece?

chá verde que emagrece é obtido através da infusão das folhas daCamellia sinensis, uma arvore nativa  originaria da Índia e da China, que chega a atingir 15 metros de altura, mas que pode ser mantida a uma altura de cerca de 1,5 metros com podas constantes. Na Índia ainda se encontra uma outra variedade da mesma arvore, chamada Camellia assamica, de onde se obtém um chá preto com grande concentração de cafeina. O Chá verde feito a partir da  infusão da Camellia sinensis tem a cor verde devido a pouca oxidação de suas folhas, daí o seu nome.
chá verde sempre foi muito comum no japão e na China, contudo somente depois que foram comprovadas às suas propriedades antioxidantes, que retardam o envelhecimento e seus efeitos no processo de emagrecimento é que ele começou a se tornar popular também no ocidente, onde mesmo com seu sabor muito amargo ele é consumido regularmente por muitas pessoas.
Essa bebida milenar e tão popular no oriente e hoje também no ocidente, traz inúmeros benefícios a saúde física, benefícios esses comprovados através de estudos e pesquisas científicos, como os que foram publicados na conceituada revista de nutrição dos Estados Unidos, a “American Journal of Clinical Nutrition”. Segundo os resultados das pesquisas publicadas na revista em questão, o chá verde não só combate a obesidade, provocando o emagrecimento, como também acelera o metabolismo, facilita a digestão e desintoxica. Mas para se obter esse efeito são necessárias no mínimo 5 xícaras diárias do chá.

Como Preparar Chá Verde

chá verde tem alguns mistérios no seu preparo, que é diferente dos chás tradicionais. Primeiro quando você for comprar o chá verde na farmácia se certifique que realmente é o CHÁ VERDE obtido da planta da Camellia sinensis. Então coloque uma colher de folhas na caneca e derrame por cima água quente, mas não fervendo e deixe em infusão por no máximo 2 minutos, para que não fique muito amargo  e então consuma ainda morno, para que surta melhores efeitos.
chá verde é muito saudável, contudo não esqueça que ele também possui substâncias químicas e portanto age em nosso organismo, assim ele é contra-indicado para gestantes, pessoas que sofrem de hipertensão ou tem gastrite.

COMPRAR? ENTRE EM CONTATO PELO EMAIL : jonattascsn@gmail.com

Benefícios do chá de hibisco



Evita o acúmulo de gordura: Uma pesquisa publicada no Journal of Ethnopharmacology da Sociedade Internacional de Etnofarmacologia concluiu que o chá de hibisco é capaz de reduzir a adipogênese. Este processo consiste na maturação celular no qual as células pré-adipócitas se convertem em adipócitos maduros capazes de acumular gordura no corpo. 

Ao diminuir este processo, o chá de hibisco contribui para que menos gordura fique acumulada na região do abdômen e nos quadris. Ainda não está claro qual é a substância presente na bebida que é responsável pelo benefício. Porém, acredita-se que a ação antioxidantes dos flavonoides antocianina e quercetina contribuem para reduzir o depósito de gordura.

Outra pesquisa publicada pela Planta Medica, da Society for Medicinal Plant and Natural Product Research, concluiu que o chá age na aldosterona, hormônio secretado pelas suprarrenais que regulam o balanço eletrolítico do organismo favorecendo a ação diurética. Ainda não foram identificados quais os nutrientes que proporcionam o benefício. 

Controla o colesterol: Um estudo publicado no Journal of Alternative and Complementary Medicine feito com 53 pacientes portadores de diabetes concluiu que o consumo do chá de hibisco contribui para a diminuição do colesterol ruim, LDL, e aumento do colesterol bom, HDL. A bebida diminuiu o colesterol LDL em 8% e aumentou o HDL em 16,7%. 

O mesmo estudo comparou o chá de hibisco com o chá preto e observou que o primeiro é mais eficiente para o combate do colesterol do que o segundo. Isto porque o preto apenas aumentou o HDL, mas diminuiu o LDL. O chá de hibisco é tão interessante para pessoas que possuem problemas com os níveis de colesterol por ser rica em substâncias com ação antioxidante.  

Controla a pressão arterial: Um estudo publicado no Journal of Nutrition concluiu que o chá de hibisco ajuda a baixar a pressão arterial. A pesquisa contou com 65 pacientes que tiveram os níveis de pressão arterial reduzidos. Os estudiosos acreditam que alguns flavonoides presentes na bebida proporcionariam este benefício ao diminuir uma enzima que atua sobre a pressão arterial. 

Bom para o cérebro: O chá de hibisco conta com boas quantidades de vitaminas B1 e B2. Todas as vitaminas pertencentes ao complexo B ajudam o nosso corpo na captação de energia nas células, principalmente ao auxiliar no metabolismo do oxigênio e da glicose, as principais fontes de combustível celular. A B1, ainda por cima, tem essa ação principalmente nos neurônios, células que formam nosso cérebro. 

Quantidade recomendada do chá de hibisco


Chá de hibisco controla o colesterol - Foto: Getty Images
Chá de hibisco controla o colesterol

A orientação é consumir um copo de 200 ml de chá de hibisco. Para cada copo deve ser utilizado de 4 a 6 gramas da flor seca, equivalente a uma colher de chá, ou dois a três pacotinhos de chá.  

Como consumir o chá de hibisco

Caso utilize a flor a granel, procure aquecê-la o mínimo possível para não perder as propriedades. Separe 200 ml de água, deixe ferver e após isso adicione de 4 a 6 gramas, equivalente a uma colher de chá, da flor seca. Mantenha a bebida por três minutos no fogo e após isso ela pode ser consumida. 

Compare o chá de hibisco com outros chás

NutrientesChá de hibisco - 200 ml - um copoChá-preto - 450 mlChá mate - 1 litro
Calorias74 kcal1 kcal30 kcal
Proteínas0,86 g0 g0 g
Gorduras totais1,3 g0 g1 g
Carboidratos14,82 g0.3 g6 g
Fibras0,6 g0 g0 g
Cálcio2 mg0 mg10 mg
Ferro17,28 mg0.01 mg0 mg
Magnésio2 mg1 mg20 mg
Fósforo6 mg1 mg0 mg
Potássio18 mg21 mg50 mg
Sódio6 mg0 mg0 mg
Vitamina C36,8 mg0 mg0 mg
Tiamina - Vitamina B12,55 mg0 mg8,9 mg
Riboflavina - Vitamina B20,198 mg0.014 mg0 mg
Ácido fólico2 mcg5 mcg0 mcg
Vitamina A30 mcg0 mcg0 mcg
Fonte: Tabela do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos e Tabela Brasileira de Composição dos Alimentos / Taco - versão 2, UNICAMP 
O chá de hibisco possui quantidades do flavonoide antocianina, um poderoso antioxidante, tão relevantes quanto as frutas vermelhas e roxas, como a amora, morango e mirtilo (blue berry). Comparado com outros chás, o de hibisco é rico em vitaminas A e C e em ferro, enquanto o preto e o mate não possuem estes nutrientes. 

Combinando o chá de hibisco

Chá de hibisco + alimentos termogênicos: Pessoas que pretendem emagrecer podem combinar o chá de hibisco com um alimento termogênico. Isto porque o primeiro irá evitar que a gordura se acumule na região do abdômen e quadris enquanto o segundo será capaz de aumentar o gasto energético. Uma boa opção de bebida termogênica é o chá verde. 

Contraindicações

É interessante que gestantes e lactantes evitem o chá de hibisco. Isto porque alguns estudos preliminares apontaram que a bebida possui ação mutagênica, ou seja pode interferir na estrutura dos genes do bebê, trazendo problemas. 

Riscos do consumo excessivo

Por ter ação diurética, o consumo em excesso do chá de hibisco pode fazer com que a pessoa elimine muito eletrólitos, nutrientes essenciais para o funcionamento do organismo composto principalmente por cálcio, potássio, sódio e magnésio. A falta destas substâncias pode levar à desidratação. 

COMPRAR ? ENTRE EM CONTATO PELO EMAIL:
(jonattascsn@gmail.com)